20 de janeiro - O site www.monumentosdorio.com.br completa 7 anos online, com aproximadamente 1.200.000 acessos, se inicia o estudo para um novo site e o monumento a Dom Pedro I na Praça Tiradentes foi o campeão com 322.435 visitas.

24 de janeiro - Comecei a construção do novo site, decidi deixar o banco de dados do site antigo já que vou ter que verificar a ficha técnica de cada monumento, mudanças de endereço, novos monumentos inaugurados e visitar cada obra de arte. A maior dificuldade é a falta de recursos para poder agilizar todo trabalho e fazer as visitas técnicas nos 96 bairros da cidade.

26 de janeiro - Comecei a refazer a página dos artistas e escultores. Um total de 126 profissionais brasileiros e estrangeiros.

28 de janeiro - Essa dia foi bem complicado iniciar os trabalhos da página do histórico dos bairros da Cidade do Rio de Janeiro. Decidi colocar no final da página de cada histórico, informações do patrimônio arquitetônico existente e ficou um total de 162 bairros. Esse conteúdo levou seis dias de trabalho.

04 de fevereiro - Com a página do histórico de outras cidades do Estado do Rio de Janeiro, segui o mesmo exemplo da cidade do Rio de Janeiro, um total de 92 municípios e levou três dias de trabalho para concluir.

08 de fevereiro - Nesse novo site nasceu a página "PATRIMÔNIO DO BRASIL", mais um desafio, nela nasce um guia de bens tombados dos estados brasileiros. Nessa primeira fase do trabalho foi catalogado 88 cidades e publiquei no site.

11 de fevereiro - Digitei o conteúdo que faltava para finalizar essa primeira fase do trabalho do novo site. Digitei o conteúdo da página sobre a Fundição Val D'Osne. Dei continuidade, creie a página Carta de Veneza, imprensa, bibliografia e apresentação.

12 de fevereiro - Agora vem o momento mais delicado, a criação da página "MONUMENTOS DO RIO", um total de monumentos presente em 96 bairros. Por isso tive que verificar a relação dos monumentos em cada bairro e digitar uma nova relação. Verificar todo conteúdo já digitado e iniciar a digitar o que ainda faltava. Foi um total de 15 dias de trabalho e separar todas as fotografias existentes nesses sete anos de trabalho. Em seguida criei o html de cada bairro.

01 de março - Nesse dia parei para começar a verificar se todos os links estava funcionando corretamente. Levei exatamente 10 dias verificando.

12 de março - Foi o momento de parar o site e começar a digitar o material que pesquisei nos livros que já tinha comprado algum tempo.

24 de março - Começei a fotografar os monumentos, primeiro bairro a ser visitado foi a Vila Kennedy e no mesmo dia em Bangu.

05 de abril - Fiz a visita técnica no bairro de Botafogo, triste ver alguns monumentos com pixações, furto de placas e alguns que precisa de manutenção para também não desaparecer.

09 de abril - Visitei os bairros da Cidade Nova e Centro histórico do Rio de Janeiro. Muita tristeza em ver os monumentos abandonados, chafarizes secos, outras retirados para obras e não voltou. Infelizmente muitas obras de arte danificadas e os furtos nesse segundo inventário vai aumentar. São cinco anos que esperei para fazer esse segundo inventário, fico torcendo para conseguir um financiamento e poder a cada dois anos voltar para verificar as condições de cada monumento.

10 de abril - Creie a página "LINHA DO TEMPO", esse espaço vou publicar informações publicadas em diário oficial, notícias de jornais, blogs e vou também publicar informações para o visitante observar a falta de interesse do poder público em preservar o nosso patrimônio.

13 de abril - Comecei a digitalizar o material pesquisado dos monumentos dos bairros do Alto da Boa Vista, Bangu, Benfica, Bonsucesso, Botafogo, Cachambi, Campo Grande, Catete e Centro. Esse trabalho é de criar a página, otimizar imagens para web (PNG e jpg) é um trabalhaho lento e por isso deixei o site antigo para quem quizer pesquisar. Nesse dia foi possível publicar 20 monumentos.

14 de abril - Dei início a publicação de todo conteúdo do site, a transferência levou duas horas e comecei a verificar se todas as páginas funcionam corretamente.