Marechal Cândido Rondon

Endereço: Praça General Tibúrcio
Peça: Busto
Data: 1980
Artista: Newton Sá
Material: Bronze

- clique na imagem para ampliá-la

Histórico - A obra é do escultor Newton Sá e foi inaugurada em 1980.

Biografia - Marechal Cândido Rondon líder de expedições desbravadoras no oeste do Brasil. Forma-se engenheiro militar e bacharel em ciências físicas, naturais e matemáticas no Rio de Janeiro em 1890. Quatro anos depois entra para a comissão construtora de linhas telegráficas entre Goiás e Mato Grosso. Durante os trabalhos, encontra índios hostis ou escravos de fazendeiros e os coloca sob a proteção de sua tropa. Começa a estender linhas telegráficas até o Acre, cruzando 1.650 km de sertões e 1.980 km de florestas inexploradas. Sob sua direção é criado o Serviço de Proteção ao Índio (SPI). Traça o roteiro e acompanha a expedição do ex-presidente dos Estados Unidos Theodore Roosevelt à Região Norte. A seguir faz o levantamento das regiões de Mato Grosso, de Goiás e do Amazonas. Em 1939 é nomeado presidente do Conselho Nacional de Proteção ao Índio.

Escultor - Newton Sá então com 19 anos, já havia produzido muitas peças e mantinha um ateliê na Rua Afonso Pena, nº 6. Em 1928 e 1929 viajou para o Rio de Janeiro com o intuito de aperfeiçoar seu trabalho. Além de escultor, Newton Sá foi professor de desenho e trabalhos manuias da Escola Normal de São Luís. Em 1934 expôs no Salão do Café da Paz, em Belém (PA) obtendo boa aceitação através da crítica local. De volta a São Luís ganhou uma bolsa para estudar no Rio de Janeiro. Teve várias premiações no Salão Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro; medalha de bronze pela peça Busto do General Rondon , no salão de 1939, medalha de prata com o trabalho Mãe D’água amazônica no salão de 1940 (existe uma cópia desta peça na Ilha do Governador – RJ).

Fonte de pesquisa

- Monumentos do Rio (Secretaria Municipal de Obras – 1983)
- Arte Ambiente - cidade Rio de Janeiro
- http://ymy.blogs.sapo.pt/7553.html
- http://projetomonstros3.blogspot.com