Fonte Wallace tipo Mural

Endereço: Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Peça: sete fontes
Data: Século XIX
Artista: Charles Auguste Lebourg
Material: Ferro fundido

- clique na imagem para ampliá-la

Histórico - Em diversos recantos pitorescos do parque foram localizados sete exemplares, cedidos pela CEDAE e trazendo a inscrição Val d’Osne. Seis deles instalados durante a gestão de Barbosa rodrigues, quando foram realizadas obras de desvio do Rio dos Macacos e canalizado e restaurado o reservatório, possibilitando maior volume de água para os lagos, fontes e chafarizes. A sétima foi colocada mais tarde por Oswaldo Bastos de Menezes.

Escultor - Charles Auguste Lebourg (1829/1906), depois de estudar escultura em Nantes, sua terra natal, ingressará em 1851 no ateliê de Rude. Sua carreira, repleta de prêmios e encomendas públicas, dará uma reviravolta decisiva ao encontrar Sir Richard Wallace, um rico herdeiro inglês cujo busto esculpirá bem como o de Lady Wallace. Wallace, apaixonado por Paris, ficou surpreso com a pouca quantidade de pontos d'água de que dispunham os habitantes da cidade, atacada pelos prussianos em 1870. Tomou assim a decisão de oferecer à cidade de Paris "drinkings fountains", semelhantes às de Londres, e para tanto recorreu a Charles Lebourg que projetou dois modelos: um chafariz mural e o famoso "Wallace", com cariátides, que daria a volta ao mundo, inúmeras vezes copiado mas nunca igualado. Foi Barbezat, em Val d'Osne, o moldador e ajustador dos 40 chafarizes encomendados pelo mecenas. Na realidade, haverá mais de cem.

Fonte de pesquisa

- Jardim Botânico do Rio de Janeiro
- Arte Francesa do Ferro no Rio de Janeiro
- Obras de Arte e Ferro Fundido - Prefeitura do Rio