Um núcleo populacional surgido em princípios do século XIX, em torno de uma capela, dedicada a São Francisco de Paula, e primeira notícia que se tem do desbravamento da região, hoje ocupada pelo Município de Trajano de Morais.

O café era a principal cultura, mas havia também cereais, algodão, fumo e cana-de-açúcar.

Pertencendo inicialmente ao Município de Cantagalo, foi curato em 1840 e freguesia em 1846 passando, em 24 de outubro de 1861, para o Município de Santa Maria Madalena.

Em 1915 a localidade, já elevada a Município, teve sua sede Municipal transferida para a estação de Trajano de Morais passando, em 1919, para o Povoado de Aurora e voltando, em dezembro de 1923, para Trajano de Morais.

Nome do Município, ainda São Francisco de Paula, passou, em 31 de março de 1938, para Trajano de Morais.