Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo

Sua construção começou em 1718 e terminou em 1743. Foi edificada como promessa à Nossa Senhora do Carmo, pelos irmãos portugueses Dantas Correia, por terem conseguido se libertar dos índios Tocarijus. A construção era toda de pedra lavrada. Em 1801, as linhas da tesoura foram substituídas por tirantes de ferro, com péssima execução. Em 1912 a igreja estava abandonada, tendo caído parte do altar-mor e do forro da capela. Sofreu reformas em 1922, com a substituição do piso por ladrilho hidráulico, e em 1935 foi feito o altar lateral de mármore. Os altares antigos foram transferidos para outras igrejas, quando o Presidente Vargas proclamou-a Monumento Nacional, em 1937.