Igreja Matriz de Nossa Senhora das Vitórias

Sua construção data de 1733. Erigida no local da primeira ermida, que foi inaugurada em 1697, um ano após a criação da Freguesia de Nossa Senhora das Vitórias, por Dom Francisco de Lima, Bispo pernambucano no Brejo da Mocha. É a mais antiga igreja de todo o estado. A torre, à direita de quem olha, foi feita posteriormente, apresentando linguagem diferente do resto da Igreja. As ombreiras e o óculo têm função puramente estética. O relógio da outra torre veio das Inglaterra, no ano de 1816, e foi colocado sete anos depois. Foi tombada em 1940 pelo IPHAN. Em 1978, foi iniciada a sua restauração pelo Programa de Cidades Históricas e Coloniais do Nordeste, da Secretaria de Planejamento da Presidência da República.