Igreja de São José

Nada se sabe sobre a época exata da construção desta singular capelinha. Em fins do século XVIII, verificou-se, em Minas Gerais, uma dinamização dos partidos arquitetônicos das capelinhas, com o aparecimento das fachadas chanfradas. Na capelinha de São José, o corpo central do edifício é constituído pela nave de forma octogonal, coberta por uma pequena cúpula em oito panos acompanhando as secções das paredes. Esta nave é precedida por copiar ou alpendre, desprovido de forro e com vãos fechados por grades de madeira. A capela-mor com planta hexagonal, liga-se à nave por um arco-cruzeiro de madeira e é coberta por um teto apainelado e abobadado. A sacristia situa-se lateralmente à capela-mor. O sino foi colocado em uma singela janela existente no corpo das naves.

Sobradão

Construção de grandes dimensões, pouco usuais para uma estrutura em madeira e taipa, é formado por um único bloco em quatro pavimentos. Sabe-se que foi construído em 1821 e que serviu por muito tempo de sede do Fórum da comarca de Minas Novas. É um interessante exemplar da arquitetura popular do seu período.