Anfiteatro Garibaldi Brasil

Construído em estilo moderno, integra-se ao conjunto arquitetônico do Campus da Universidade Federal do Acre (UFAC), com 1000 m2 de área coberta, equipado com ar condicionado central, mesa completa de som e iluminação, auditório com capacidade para 300 lugares. É um espaço para realização de exposições, solenidades e apresentação de peças teatrais. Inaugurado a 28 de setembro de 1988, com o nome de Garibaldi Brasil, em homenagem a Garibaldi Carneiro Brasil, personalidade lendária da cultura acreana, que foi advogado, jornalista, pintor, escultor, escritor, chargista e poeta. Situado no Campus Universitário da UFAC, com acesso pela Estrada Dias Martins (BR-364), distante 05 km do centro da cidade, com regular linha de ônibus no perímetro urbano.

Casa do Seringueiro

Criada pela Fundação Cultural do Acre, o acervo reúne fotos, quadros, maquete de uma colocação dos seringueiros, réplica de um defumador de látex e da casa do seringueiro, além de quadros retratando Chico Mendes. É bastante visitada por estudantes, pesquisadores, professores, turistas da região e de fora do Estado.

Catedral Nossa Senhora de Nazaré

Construção em estilo romano - basilical. Teve sua construção iniciada em 1948, com o projeto de autores italianos e construída sob orientação do mestre de obras João Luiz da Silva. Inaugurada em 1959. No seu interior, possui três naves separadas com 36 vitrais coloridos na parte superior e 11 na inferior, doados por famílias acreanas; um mausoléu protegido com grades de ferro, com lápide demarcativa em granito, guarda os restos mortais do Bispo Dom Giocondo Maria Grotti; a abóbada em arco, sustentada por 26 colunas é pintada em carmesim e branco. Na nave principal, encontram-se quatro altares, sendo um com entalhe em madeira e em painel da Sagrada Eucaristia; a cátedra do Bispo; a cadeira do sacerdote, entalhada em madeira com representação do Juízo Final, formando uma belíssima obra de arte. No alto a imagem de Cristo Crucificado encimando a mesa de celebração. A parte exterior é formada por frontões, cruz e adro.

Museu da Borracha

O Museu da Borracha foi instituído pelo Decreto Estadual n.º 30, de 03 de abril de 1978 e inaugurado em 05/11/78. É um espaço cultural, dinâmico, destinado a coletar, pesquisar, conservar, expor e divulgar os testemunhos da cultura material e espiritual do Acre para fins de estudo, educação e lazer. O acervo do museu reúne peças de Arqueologia, Paleontologia, História, coleção de manuscritos e documentos referentes História do Acre. Atende aos visitantes, comunidades, estudantes e professores. Possui também um auditório que dispõe de 60 lugares.

Obelisco aos Heróis da Revolução Acreana

Construção de 1937, em homenagem aos heróis da Revolução Acreana. Está localizado na praça Eurico Dutra.

Palácio Rio Branco

É o mais belo Palácio do Estado. Construído em 1930 no governo do Dr. Hugo Carneiro, com projeto de Alberto O. Massler. Inspirado na arquitetura grega, tendo sua fachada ornamentada por quatro colunas jônicas. O palácio que abrigou até 1998 a sede do governo estadual, hoje é sede do principal museu histórico da capital.

Teatro Plácido de Castro

Construído em estilo moderno em 1990 com capacidade para 507 lugares e 120 vagas para estacionamento. Seu interior tem toda uma decoração no estilo de artefato em entalhamento que registra elementos da cultura acreana. Localiza-se a Avenida Getúlio Vargas, no bairro Vila Ivonete, e possui regular linha de ônibus no perímetro urbano. Freqüentemente são realizados shows com artistas locais e de outros Estados. Reformado em 2002, guarda dois grandes painéis em marchetaria do artista acreano Maqueson Pereira da Silva.