A região fazia parte do traçado da Estrada Real de Santa Cruz. Sua história coincide com a do bairro de Campo Grande, com limites entre as fazendas das Capoeiras e do Lameirão. Mais tarde, por ela passou a antiga estrada Rio-São Paulo que, em viaduto, ultrapassava linha férrea do ramal de Mangaratiba (atual de Santa Cruz), onde foi instalada, em 1914, a estação Senador Augusto Vasconcelos, em homenagem a um senador federal, que deu, também, nome ao bairro. Como curiosidade, próximo à igreja de São Pedro, na avenida de Santa Cruz, existia uma estalagem onde o imperador Dom Pedro I costumava pernoitar em suas viagens à Fazenda Real de Santa Cruz.