Catete ou Cateté significava, em tupi, “mato fechado”, e correspondia a um braço do rio Carioca que, contornando o outeiro da Glória, desembocava no mar. Nele passou o primeiro caminho de acesso à Zona Sul da Cidade, o Caminho ou Estrada do Catete. Para cruzar o rio Carioca, o Governador Antonio Salema construiu uma ponte, a “Ponte do Salema”, onde foi cobrado pedágio até 1866, no local onde está, hoje, a Praça José de Alencar.

No Segundo Reinado, mansões de nobres e ricos comerciantes foram construídas ao longo da rua do Catete. A estrada do Catete formava um largo, o “Largo do Valdetaro”, em frente à mansão do Desembargador Manoel Jesus de Valdetaro. Neste Largo, em 1862, o Barão de Nova Friburgo construiu, para sua moradia, o Palácio Nova Friburgo, que foi comprado, em 1897, para abrigar a Presidência da República. Conhecido como Palácio do Catete, exerceu a função de sede do governo durante 63 anos, até a transferência da Capital para Brasília, quando passou a sediar o Museu da República, um complexo cultural dotado de aprazíveis jardins. Em frente ao Museu, um conjunto de 34 sobrados, construídos em meados do século XIX, compõem um belo conjunto histórico na Rua do Catete.

Outro ponto de destaque é o Largo do Machado, antigo Campo das Pitangueiras. Sua denominação deve-se ao comerciante André Nogueira Machado, proprietário de uma chácara no local. Nele, foi erguida a Igreja de Nossa Senhora da Glória, concluída em 1872, projeto dos franceses Koeler e Riviére, em estilo neoclássico.

O Largo do Machado se destaca como importante pólo da região, com galerias comerciais, restaurantes, floristas, o Cine São Luiz, o Colégio Estadual Amaro Cavalcanti e uma estação de metrô. A primeira linha de bondes elétricos do Rio, os do Jardim Botânico, foi inaugurada em 1892 no Largo do Machado.

Nas encostas do morro da Nova Cintra, voltadas para o Catete, ficavam as grandes pedreiras da Glória e da Candelária, que forneciam material para a construção das Igrejas no Século XIX. Próximo a elas, foram abertas, na chácara de Salvador Quintanilha, as ruas Bento Lisboa e Pedro Américo.

Atualmente, o Catete se destaca como importante centro comercial, mantendo vilas e antigos sobrados, com grandes condomínios residenciais.

Estação Inicial da Estrada de Ferro Corcovado
Endereço: Rua Cosme Velho, nº 513 e rua Smith Vasconcelos, nº 51

Em 1882, D. Pedro II concedeu a Francisco Pereira Passos e João Teixeira Soares autorização para construção, uso e exploração, por um período de 50 anos, de uma estrada de ferro entre a Rua Cosme Velho e o Alto do Corcovado.

Igreja de São Judas Tadeu
Endereço: Rua Cosme Velho, 479

Projetada em 1956 pelo arquiteto Benedito Calixto de Jesus Netto, o mesmo que fez a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo. É ornada com raros mármores italianos e local de grande culto popular na festa a 28 de outubro. Foi inaugurada em 1968.

Reservatório Morro do Inglês
Endereço: Ladeira do Ascurra, 150

A caixa d’água na ladeira do Ascurra tinha capacidade de quatro milhões de litros e era suprida pelas águas do morro do Inglês.

Reservatório do Cantagalo
Endereço: Rua Professor Gastão Baiana

Este reservatório em galeria escavada na rocha, no morro do Cantagalo, foi aberto em 1930 para abastecer os bairros oceânicos de Copacabana, Ipanema e Leblon – em franca expansão na época. Sua capacidade é de aproximadamente oito milhões de litros.

Solar dos Abacaxis
Endereço: Rua Cosme Velho, 857

Excepcional e raro exemplar de chalé neoclássico, obra de estilo híbrido, combinando elementos do repertório acadêmico.