Margarida Lopes de Almeida declamadora e escultora. Filha de Júlia Lopes de Almeida, tomou parte em vários saraus literários realizados pelo Jornal do Commercio.

Estudou Belas Artes e, como escultora, esculpiu as mãos do Cristo Redentor. Recebeu vários prêmios por suas esculturas e tem seu nome gravado à entrada da platéia no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.