Jules Salmson nascido em Paris em 1823 e falecido em Coupvray em 1902. Filho de um gravador de medalhas, Salmson será discípulo de Ramey, Toussaint e Dumont e sua estréia no salão acontecerá em 1859.

Ele irá participar de diversas grandes encomentas públicas, como o palácio das Tuileries e a Ópera (estátua de Haendel). É também autor do monumento de Saussure e Balmat, em Chamonix. Em 1877, ele será nomeado diretor das artes industriais em Genebra. Para fundição artística, Salmson confeccionará uma reprodução da sua Dobadeira e outras obras como uma Náiade, uma Dríade, o Índio e a Índia, obras exóticas e acadêmicas. As pranchas do catálogo Val d’Osene referentes a esses dois últimos modelos são de 1877.