Jorge Selarón (Chile, 1947) é um pintor e ceramista autodidata chileno radicado no Brasil. Ele é o autor de uma obra viva e mutante que colore a Lapa e Santa Teresa. Passou por mais de 50 países até decidir que viveria no Brasil. Sua maior e mais conhecida obra está na escadaria do Convento de Santa Teresa, no Rio de Janeiro, que teve seus 215 degraus e 125 metros decorados com mais de dois mil azulejos diferentes, porvenientes de mais de 60 países, dando um tom brasileiro com as cores da bandeira.

Segundo o artista, só conseguiu prosseguir com sua grande obra pintando e vendendo mais de 25 mil quadros, quase sempre com um tema motivado por um problema pessoal, "mulher grávida". A famosa escadaria já correu o mundo, ora como tema principal para reportagens de revistas e programas de televisão do mundo todo, ora servindo de palco para videoclips, campanhas publicitárias e até para fotos de uma edição da Playboy estadunidense.

Em maio de 2005 a escadaria foi tombada pela prefeitura da cidade e Selarón recebeu o título de cidadão honorário do Rio de Janeiro. A escadaria, que também é conhecida como Escadaria Selarón, está localizada no final da rua Teotônio Regadas, Lapa, Rio de Janeiro.