Ivens Olinto Machado (Florianópolis SC 1942). Escultor, gravador e pintor. Estuda gravura na Escolinha de Arte do Brasil, no Rio de Janeiro. É aluno de Anna Bella Geiger (1933).

No início da década de 1970, realiza obras em papel, utilizando materiais como folhas pautadas ou quadriculadas, nas quais realiza interferências. Em 1974, faz sua primeira exposição individual na Central de Arte Contemporânea, no Rio de Janeiro. É premiado em 1973 no 5º Salão de Verão do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ, com a instalação Cerimônia em Três Tempos.

Destaca-se em seu trabalho o uso freqüente de materiais de arquitetura como ferro, concreto e argila. Em suas obras apresenta formas brutas e superfícies irregulares, que evocam o acabamento rústico das casas pobres. Outras peças aludem ao universo sexual, por suas formas que permitem associações com o corpo humano. Esses trabalhos, realizados em cimento, contém fragmentos de telhas coloniais em sua superfície. A obra de Ivens Machado abre-se a reflexões acerca da memória social e histórica, por meio de suas formas e materiais.